Search
Close this search box.

O que são aromas artificiais?

SUMÁRIO

Nas idas ao supermercado, muitas vezes, paramos para dar uma olhada mais atenta no rótulo de alguns produtos disponíveis nas prateleiras. Quando isso ocorre, é comum nos depararmos com aromas artificiais na lista de ingredientes.

Normalmente, é utilizada a frase “Contém aromatizante artificial”, e a lista de ingredientes inclui a afirmação “Sabor idêntico ao natural de…” ou “Sabor artificial de…”. Para muitas pessoas, o aroma pode se tornar um fator determinante na decisão pela compra ou não de um alimento.

Portanto, é essencial conhecer melhor estas substâncias que são amplamente usadas na indústria alimentícia e fazer compras conscientes no nosso dia a dia. Além disso, é importante saber qual a diferença entre os aromas artificiais e os de origem natural, bem como o impacto de cada escolha na nossa saúde.

Imagem de uma pessoa derramando um líquido num copo

Conheça melhor essas substâncias

O aromatizante alimentar é um tipo de aditivo que tem a capacidade de melhorar as propriedades sensoriais dos alimentos, tais como odor, gosto, cor e aparência. Eles são utilizados para tornar os produtos alimentícios mais atrativos, já que os processos industriais podem comprometer parte do sabor original. 

Os aromatizantes de comida podem ser classificados em naturais e artificiais. Há, ainda, uma subdivisão dos artificiais entre sintéticos idênticos aos naturais e sintéticos artificiais.

A classificação segue as normas da OMS (Organização Mundial da Saúde) e da FAO (Comitê das Nações Unidas). Essas diretrizes são controladas no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Sintéticos idênticos aos naturais

Estes aromas artificiais são obtidos por meio de processos químicos, que são realizados a partir de matérias-primas de origem vegetal e animal ou de microrganismos.

O aroma sintético idêntico ao natural tem como objetivo conferir exatamente o mesmo sabor da fruta ou alimento em questão. Assim, são moléculas desenvolvidas artificialmente para replicar, de forma similar, a matéria-prima original. Um exemplo é a vanilina sintética.

Sintéticos artificiais

Os aromas artificiais sintéticos são compostos químicos desenvolvidos por síntese. Dessa maneira, eles não utilizam como base a matéria-prima original encontrada na natureza, pois tudo é elaborado em laboratório. Um exemplo é a etil-vanilina (aroma que imita a baunilha).

Consequências dos aromas artificiais

Há uma série de alimentos com aromatizantes artificiais com os quais temos contato no nosso dia a dia, como sucos, refrigerantes, temperos, molhos e iogurtes. A utilização dessa substância nos industrializados geralmente é segura, pois é testada e desenvolvida por especialistas.

O uso, porém, pode desencadear algumas reações em pessoas mais sensíveis ou alérgicas aos componentes. Há relatos de casos de dermatites e também alguns poucos casos de asma. Determinados aromas artificiais podem afetar o RNA, a tireoide e os níveis da enzima no sangue.

A Anvisa fiscaliza com atenção a utilização dessas substâncias, exigindo uma análise de seus possíveis efeitos tóxicos para o organismo. O uso somente é aprovado em concentrações que não ultrapassem o valor de ingestão diária aceitável e recomendada para o consumo.

Aromas artificiais X naturais

Os aromatizantes de origem natural são obtidos a partir de matérias-primas naturais. Por meio de processos de fermentação e aquecimento, são utilizados componentes naturais, como óleos, extratos, bálsamos e resinas derivados de plantas, carnes ou frutos do mar.

Ao mesmo tempo que essa é a opção de aroma mais natural existente no mercado, é também a mais cara de se obter. Além disso, é importante lembrar que o aroma natural não é 100% puro.

Apenas os alimentos in natura são totalmente naturais, com seus respectivos aromas e sabores originais. Portanto, a diferença entre o aromatizante natural e o artificial está na fonte de origem e no método para obtenção de cada um. Porém, ambos são processados.

Então, qual é a melhor aposta?

A escolha mais vantajosa para a nossa saúde, sem dúvidas, é a do consumo dos alimentos de origem totalmente natural. Quanto menos substâncias químicas ingerirmos, melhor e mais seguro será para o nosso organismo.

Os sucos disponíveis no mercado são comumente acometidos de aromas artificiais para alimentos. Entretanto, existem opções que, além de oferecer praticidade, são 100% naturais. A Natural One é uma empresa brasileira pioneira nesse segmento e oferece sucos sem conservantes e açúcares.

Os mais de 10 sabores de sucos da empresa são criados com blends exclusivos de sucos 100% naturais. Apenas alguns, como o de pêssego e o de caju, contêm aromas naturais, mas sem adição de nenhum aroma artificial.

Imagem de duas jarras com líquidos coloridos

Sinta o sabor original da fruta com os sucos da Natural One!

Para que você experimente um pouquinho da natureza a cada gole, a Natural One busca sempre os melhores fornecedores de frutas e vegetais. Elas são selecionadas a partir de padrões rigorosos de qualidade. Ainda, trabalhamos com tecnologia de ponta para conservar todo o frescor do suco até a sua mesa.

Além disso, se você quiser, pode participar do clube de assinaturas e garantir inúmeros benefícios, além de receber com desconto os seus sucos preferidos no conforto do seu lar. O intervalo de tempo das entregas é você que define e, caso não queira mais receber, pode cancelar a assinatura gratuitamente.

Compartilhe

Sobre o Autor

VocÊ vai gostar de ler também

Além de ser conhecido pelas temperaturas mais amenas e pelas quedas das folhas, o outono também é...