Search
Close this search box.

Garrafa PET: saiba o que é, os impactos e como reciclar

SUMÁRIO

Principalmente, a partir da década de 90, a garrafa PET tornou-se muito presente no cotidiano, sendo utilizada para embalar quase todos os tipos de refrigerantes, sucos, água e afins. O produto popularizou-se devido à transparência e à resistência ao desgaste e à corrosão, além do acabamento leve.


Outra grande vantagem do PET é ser 100% reciclável, podendo ser reprocessado em outras garrafas e até tecidos, diminuindo o custo de produção. Entretanto, como todo plástico, a fabricação e o descarte inadequado da garrafa PET representam riscos ao meio ambiente e à preservação da vida no planeta.


Neste texto, vamos falar mais sobre o que é a garrafa PET, indicando algumas formas de reciclá-la e descartá-la sem causar danos ambientais. Veja só!


O que é a garrafa PET?

O politereftalato de etileno, popularmente conhecido como PET, é um tipo de plástico utilizado principalmente na fabricação de garrafas e alguns tecidos. Do ponto de vista químico, é um tipo de polímero termoplástico, ou seja, remoldado quando submetido a altas temperaturas.


Na primeira fase de como a garrafa PET é produzida, o plástico utilizado é derretido até atingir um formato parecido com um tubo de ensaio, mas que já possui a boca do gargalo. A partir daí, ele adquire a capacidade de assumir qualquer formato e espessura. Nesse processo, o material é chamado de pré-forma. 


O segundo passo envolve o aquecimento da pré-forma para amolecer e tornar-se elástica. Assim, ela pode ser esticada e soprada para assumir o formato desejado. Após essa fase, a garrafa PET deve ser resfriada imediatamente para preservar a forma e já pode ser utilizada como embalagem de diferentes líquidos.


Impactos ambientais

Uma das maneiras de descartar a garrafa PET incorretamente envolve queimar o material. Por ser um tipo de plástico, ele é altamente inflamável e cria uma chama de cor amarelada que pode explodir. Quando exposto às chamas, o material libera toxinas e gases na atmosfera.


Essa prática se enquadra como crime ambiental, caso não tenha autorização prévia. Vale ressaltar que o impacto da garrafa PET no meio ambiente é sentido principalmente pela poluição dos oceanos, comprometendo a vida marinha.


Segundo um estudo publicado na revista científica Science, a quantidade de plástico nos oceanos já atingiu o que os especialistas definem como “ponto de não retorno”, em que os impactos são irreversíveis. No meio ambiente, a garrafa PET pode demorar 800 anos para decompor-se, por isso a reciclagem é importante.


Reciclagem da garrafa PET

Além de preservar a natureza, a importância da reciclagem da garrafa PET reflete a geração de empregos em cooperativas e empresas recicladoras. Segundo a Associação Brasileira da Indústria do PET (Abipet), economicamente, a reciclagem no Brasil já é um sucesso.


Desde 2000, o crescimento da reciclagem da garrafa PET é superior a 11%, em média. Isso permite o planejamento de novos investimentos, implementados e incentivados pela fabricação de novos produtos com o material reciclado.


Se você não sabe descartar corretamente a garrafa PET, uma dica é remover a tampa, o lacre e o rótulo (feitos de outro tipo de plástico). Isso ajuda no processo de reciclagem, já que serão amassados e enviados para organizações que os cortam e moem.

Você sabe o que fazer com a garrafa PET? É possível adotá-la na decoração e proporcionar mais praticidade no seu dia a dia. Confira as nossas sugestões, inspire-se e solte a imaginação!


1 – Jardim ou horta vertical

Uma das formas bem populares e criativas de reutilizar a garrafa PET em casa é criar uma horta ou um jardim vertical. Essa ideia é muito viável para quem tem pouco espaço ou mora em apartamento, mas sonha em ter plantinhas.


Com 10 ou 12 garrafas, você consegue criar um resultado bem bonito. Na hora de colocar as mãos na massa, posicione os recipientes na horizontal, faça um corte onde as plantas serão colocadas e furos nas laterais para passar os fios de barbante ou metal. Depois, é só amarrar  em um suporte na parede.


2 – Porta-lápis

Outro exemplo muito simples de como reciclar garrafa PET é criar um porta-lápis. Basta cortar o recipiente ao meio e decorá-lo para formar o objeto divertido e original. Ele pode ser utilizado para guardar lápis coloridos, canetinhas e giz de cera.


3 – Recipiente para armazenar óleo de cozinha

Já parou para pensar que o óleo de cozinha descartado no ralo da pia pode poluir os lençóis freáticos? Se quer evitar essa prática de uma vez por todas, reutilize a garrafa PET para armazená-lo e enviá-lo aos centros de reciclagem para produção de sabão, biodiesel, tintas e outros produtos.


As garrafas da Natural One são de plástico 100% reciclado!

Na Natural One, além de estarmos dedicados à produção de deliciosos sucos naturais e de ótima qualidade, somos os primeiros no Brasil a adotar garrafas de plástico 100% reciclado no nosso portfólio.


Em parceria com a Valgroup, durante dois anos, desenvolvemos embalagens em resina pós-consumo reciclada (PET PCR), capaz de assegurar a qualidade dos produtos.


Essa novidade estará presente no mercado brasileiro em julho de 2022, nos sucos naturais refrigerados Laranja e Uva com 1,5 L. Com esse compromisso, até 2027, esperamos retirar de circulação mais de 30 mil toneladas de plástico virgem da nossa cadeia produtiva.


Além disso, estamos comprometidos com o desenvolvimento de rótulos e tampas 100% reciclados nos próximos 5 anos, bem como a redução da emissão de resíduos na fábrica em Jarinu (SP). Não deixe de  acessar o nosso site para conferir os sabores de sucos naturais e acessórios produzidos com baixo impacto ambiental e muito carinho!


Parceria da Natural One com a eureciclo

A Natural One também possui o selo da eureciclo que certifica o comprometimento da empresa com a reciclagem em suas operações. Em três anos de parceria, já contabilizamos mais de 1.700 toneladas de embalagens recicladas. Dessa forma, asseguramos aos nossos clientes que reciclamos embalagens de mesmo peso e material a cada produto vendido.

Compartilhe

Sobre o Autor

VocÊ vai gostar de ler também

Você sabia que os benefícios da proteína impactam diretamente funções vitais do corpo humano? Sem as proteínas,...