Search
Close this search box.

Mindful eating: dicas para comer com atenção plena

SUMÁRIO

O mindfulness transforma o ato de comer em alimentação consciente, e isso é ótimo para uma alimentação saudável.

Que tal se alguém dissesse para você, que come com o garfo na mão direita, comer usando a mão esquerda de vez em quando? Ou para sentir o aroma dos alimentos antes de levar uma garfada à boca? E se você precisasse dar uma nota para o tamanho da sua fome e sua saciedade antes de repetir o prato?

 

Essas são algumas das orientações do mindful eating, ou, em bom português, o comer consciente, uma maneira de aplicar o mindfulness na alimentação. Para a vertente da nutrição comportamental, a técnica que busca colocar atenção plena em cada ação do cotidiano – em oposição a fazer tudo “no automático” – melhora a relação com o ato de comer e tem potencial para tratar distúrbios alimentares.

 

Devemos comer ao menos três vezes por dia, portanto, essa atividade, que é essencial, é ao mesmo tempo corriqueira, tal como lavar as mãos e escovar os dentes. Porém, há implicações delicadas quando o assunto é comer sem atenção. Uma vida agitada e apressada pode transformar a refeição em momentos de ansiedade; já a busca por um padrão rígido de corpo é capaz de destruir a boa relação com o ato de comer bem, que deveria ser prazeroso.

 

Dicas para comer com atenção plena

Além das sugestões dadas no primeiro parágrafo, no momento das refeições, tente:

 

– Tirar o celular de perto e não ligar a tevê.

– Antes de se servir, prestar atenção na sua fome.

– Antes de repetir, observar a sua saciedade.

– Identificar os sabores em cada garfada.

– Comer devagar, como se fosse a primeira vez.

– Servir porções menores.

– Respirar e beber pequenos goles de água entre as garfadas.

 

 

De onde vem a cenoura que aparece ralada no seu prato de salada? Identificar a origem de cada alimento também é mindful eating.

 

Para o mindful eating, alimentar-se bem tem muito a ver com o momento e também com comida saudável, mas buscar alimentos saudáveis não é sinônimo de analisar nutrientes. Quer um exemplo? 

A grande maioria das pessoas sabe que frutas fazem bem para a saúde, mas nem todos sabem que um suco chamado de natural pode não ser tão natural assim se não contiver a fruta in natura em quantidade suficiente e se contar com conservadores químicos. Escolher um produto apenas pela lista de calorias e comer rapidamente, sem prazer e com culpa, é o contrário do que prega a alimentação consciente.


Teste suas habilidades 

Gostou da ideia? Teste suas habilidades de presença e atenção plena ao perceber algumas misturas especiais de sabores dos sucos 100% naturais da Natural One. 

 

 

 

O Suco Limão Veggie, por exemplo, leva limão, maçã, couve, espinafre, gengibre e capim-santo. Perceba se consegue distinguir esses sabores.

 

 

 

E o Pink Lemonade? Tem framboesa e limão, além da maçã, responsável por adoçar o preparo de maneira natural. Seu sabor passeia pelo o azedinho e pelo doce, e a cor é mesmo de admirar! 



 

 

O Suco Veggie Beterraba leva, claro, beterraba, mas também tem maçã, laranja, gengibre e limão. A proposta aqui é curtir o sabor do suco geladinho antes do treino, já que esse vegetal cru, na forma de suco, traz benefícios para a atividade física. E então, como você se sente? Quanto suco entende que deve tomar nesse momento? Isso é puro mindful eating!

Assim fica + fácil

Escolha os seus sabores favoritos de suco natural e peça pelo site: a linha Ambiente é entregue em todo o Brasil!

Compartilhe

Sobre o Autor

VocÊ vai gostar de ler também

Você já ouviu falar em mindfulness e seus benefícios para a saúde mental e o bem-estar? Traduzida...