Search
Close this search box.

Texto alternativo - foto mostra uma mulher, com camisa branca, de costas, cabelo preso e loira. Ao fundo, diversos troncos de árvores. A mulher na cena está observando a paisagem

Os benefícios da música para a saúde mental

SUMÁRIO

Como explicar aquela sensação de alegria e motivação que surge quando ouvimos a música certa na hora certa? Por que os passeios ou as noites de sono perto da natureza nos deixam tão relaxados? 

O motivo é que tanto os sons da natureza como as músicas fazem bem ao corpo e à mente, e usá-los de maneira intencional pode ser terapêutico. 

Em 2022, o respeitado JAMA (Jornal da Associação Médica Americana) publicou um estudo de revisão de outras 26 pesquisas que tratavam dos efeitos da música. Esses estudos foram realizados em países distintos, como Austrália, Reino Unido e Estados Unidos. A conclusão é que a música pode, sim, fornecer estímulo significativo à saúde mental e que seus benefícios para a qualidade de vida são semelhantes àqueles percebidos por meio dos exercícios físicos.

Ouvir a música de que gostamos pode promover a liberação de dopamina, neurotransmissor associado ao prazer e à recompensa, que pode melhorar nossa sensação geral de bem-estar, reduzir os níveis de estresse e ansiedade e aumentar os sentimentos de prazer e felicidade.

Ainda sobre o resultado do estudo, os pesquisadores apontam que tanto faz ouvir, tocar ou cantar música – todas essas atividades fazem bem ao indivíduo que está participando delas. Pensando bem, não é à toa que há um ditado que diz “quem canta seus males espanta”.

O poder da música vai além do bem-estar. Pesquisas atestam que, ainda na barriga da mãe, o bebê apresenta maior desenvolvimento cerebral quando ouve música, e isso acontece com maior eficiência a partir do terceiro trimestre de gestação. A música ativa todas as áreas do cérebro, criando conexões neurais desde cedo, o que afetará a aquisição de linguagem, a leitura e a compreensão da matemática lá na frente. Poderoso, não?

Os sons da natureza acalmam

Texto alternativo - foto mostra uma mulher, com camisa branca, de costas, cabelo preso e loira. Ao fundo, diversos troncos de árvores. A mulher na cena está observando a paisagem

Outra música também é benéfica para o nosso bem-estar: a da natureza. Uma pesquisa de universidades da China se debruçou sobre os efeitos dos sons da natureza para reduzir o estresse em estudantes. Os participantes foram divididos em dois grupos. Uma parte usou um aplicativo de celular para ouvir sons da natureza regularmente, e o outro grupo não usou o artifício. Depois de quatro semanas, o primeiro grupo já apresentava mais bem-estar psicológico, mais atenção e foco e melhor memória em relação ao grupo de controle. 

Como o som dos pássaros, da água e do vento agem sobre o nosso cérebro? No geral, os sons da natureza estão associados a uma diminuição na resposta de alerta do corpo (que causa as reações de “luta” ou “fuga”) e um aumento na resposta de relaxamento (descansar e digerir). As pesquisas também descobriram que ouvir os sons da natureza melhora a qualidade do sono e reduz a pressão arterial e a dor. 

Confira estas seis dicas para usar a música a seu favor

Assim como no estudo citado acima, um aplicativo de celular pode ser uma saída para a rotina corrida, mas o ideal é estar perto da natureza, afinal, também somos parte dela. Por isso, eleja algum dia da semana para fazer uma caminhada no parque e leve com você seu suco favorito da Natural One para criar um momento alegre e de conexão consigo e com a natureza!

Compartilhe

Sobre o Autor

VocÊ vai gostar de ler também

Além de ser conhecido pelas temperaturas mais amenas e pelas quedas das folhas, o outono também é...