Search
Close this search box.

Texto alternativo: na imagem há diversos potes com alimentos. Saladas, massas, arroz e feijão

Como reduzir o desperdício de alimentos em casa

SUMÁRIO

Sustentabilidade também entra na cozinha: aprenda a evitar o desperdício de alimentos e ajude o meio ambiente (e o seu bolso)

Cozinhar além do que será consumido. Descartar cascas, folhas e talos de hortaliças. Deixar alimentos vencendo na geladeira e frutas estragando na fruteira. Jogar fora comida boa para consumo. O nome disso tudo? Desperdício alimentar. 

Em um relatório global de 2021, a ONU estimou que o desperdício alimentar por consumidor, a cada ano, chega à quantidade de 121 quilos de alimentos. Desse total, 74 quilos são descartados no ambiente doméstico. Outro ponto importante do relatório é a constatação de que o problema do desperdício alimentar afeta todo o planeta – e não apenas os países ricos, como se acreditava até pouco tempo atrás. 

 

Texto alternativo: na imagem há diversos potes de vidro com alimentos dentro. Salada, temperos, macarrão.


Você já analisou se é do time que desperdiça ou do time que se informa sobre como não desperdiçar comida? Em tempos de aquecimento global, a hora é essa, já que o desperdício de alimentos tem grandes impactos ambientais. O lixo produzido pelo descarte de alimentos é responsável pela emissão de toneladas de CO2 na atmosfera – do total de emissões de gases de efeito estufa, 9% vêm do desperdício doméstico. O problema também é social, já que a fome é uma questão que afeta o planeta, e econômico, pois há mais gasto de dinheiro a cada alimento desperdiçado.

Como contornar esse problema no dia a dia? Conheça soluções para aplicar já!

Texto alternativo: sob uma mesa de madeira pintada de branco, há um caderno aberto, um lápis preto ao lado. Próximo, a cena, ovos, abóbora, e um prato branco com legumes e frango. Retrata o planejamento para que não haja desperdício

 

Na medida

– Se você cozinha em casa, planeje o que vai comer durante a semana. Faça compras semanalmente, na medida certa. 

– Coloque no carrinho a quantidade de ingredientes que faz sentido para o consumo da sua casa. Por exemplo: compre menos frutas se na sua casa sempre houver frutas passando do ponto.
– Para alimentos crus, planeje o consumo desta forma: os mais maduros e frágeis ficam para os próximos dias; os menos maduros ou menos frágeis ficam para o fim da semana. Quer um exemplo? Alface estraga mais rapidamente do que repolho.

– Abra uma embalagem de suco de cada vez.
– Você não toma leite, mas comprou para fazer apenas uma receita e sobrou? Faça outras receitas com o ingrediente ou destine-o a alguém próximo. O desafio aqui é não deixar o item na geladeira para “ver o que vai fazer depois”. 

– Hoje em dia há aplicativos que vendem o excedente de comida de padarias e restaurantes por um valor com desconto, como forma de evitar o desperdício alimentar. B4Waste, Diferente, Refood, Food to Save e Superopa são alguns deles.  

 

De olho na validade

– Mensalmente, faça uma revista na despensa e privilegie o uso dos ingredientes que têm a data de validade mais próxima.

– Na geladeira, deixe os produtos com validade próxima mais fáceis de pegar (e não no fundo do refrigerador).

– Ao congelar alimentos, escreva o conteúdo e a data de congelamento. No geral, é melhor não deixar passar de 3 meses.

Texto alternativo: Na imagem há a cena de um freezer com potes de plástico com alimentos. Frutas, batata, verduras

 

Congele

– Cozinhou e sobrou? Monte uma ou mais quentinhas e congele: você vai ter um prato de comida caseira prontinho para esquentar em dias corridos.

– As bananas que estão passando da hora podem ser congeladas fatiadas e cruas, para depois virar sorvete natural de banana! Basta bater no liquidificador ou processador e servir imediatamente.

– Comprou um legume e não vai conseguir preparar a tempo? Informe-se sobre técnicas de congelamento de verduras e legumes. Alguns precisam passar por um banho de água fervente antes de ir para o congelador. Você vai economizar tempo na hora de cozinhar e o alimento não vai fazer aniversário na geladeira. 


Reaproveite os alimentos

– Na internet você encontra receitas de reaproveitamento para praticamente todo tipo de ingrediente. O arroz – um clássico do desperdício no Brasil, segundo uma pesquisa da Embrapa – pode virar bolinho de arroz, arroz de forno ou arroz oriental (vai para a panela com cebola caramelizada, cenoura ralada e pimentão. Sirva com shoyu).
– As frutas que estão passando da hora podem se transformar em geleia, calda doce para sorvete ou cheesecake, além de bolo.

– Os legumes picados vão no recheio da torta!

– Previamente lavadas, as cascas de legumes vão ao forno com azeite e sal e se transformam em chips caseiros.
 

Você sabia que também é possível reaproveitar as embalagens de suco da Natural One de diversas maneiras? Confira esta lista de vídeos no canal da marca no YouTube e divirta-se com o faça-você-mesmo.

 

Texto alternativo: na imagem há uma mão segurando um pouco de terra, ao lado alguns restos de alimentos usados para compostagem, que também é uma forma de evitar desperdício

 

Compostagem também evita o desperdício

– Os alimentos descartados podem ser compostados. A compostagem é uma solução de reciclagem de resíduos orgânicos e pode ser feita no apartamento, em casa, ou entre os vizinhos do prédio ou mesmo do bairro. 

– A compostagem – ou minhocário – não é um sistema caro e, se feita em caixas, se transforma em adubo natural para usar nas plantas de casa.
– Os resíduos orgânicos são colocados na terra com minhocas e folhas secas. Os alimentos se decompõem rapidamente, diminuindo o volume e o odor do lixo orgânico doméstico e também a emissão de carbono na atmosfera.

Para colocar em prática ações que evitam o desperdício alimentar, a melhor dica é começar aos poucos. Assim que se habituar com uma boa atitude antidesperdício, inclua outra, depois outra. Dessa maneira, as pequenas soluções se transformam em um grande e benéfico hábito.

E na hora de planejar a hidratação diária – outro hábito importante –, alterne os copos de água com os sucos da Natural One, que são 100% preparados com frutas. Conheça os 15 sabores de sucos e os 4 sabores de Bebida de Aveia. Verifique se há entrega no seu endereço.

Compartilhe

Sobre o Autor

VocÊ vai gostar de ler também

Você sabe quais são as vitaminas da uva? Apesar de ser uma fruta pequena, ela tem alto...